• Bendita Hora 23: Primavera-Verão

    Com a apresentadora de TV Débora de Oliveira

  • Bendita Hora 22 - Fashion e Love

    Confira as fotos do Evento

  • Estreia Bendita Girl

    Nossa primeira blogger é a Valentina Torres, veja mais detalhes dos looks na revista

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Alimentos industrializados: aditivos alimentares podem causar câncer



FDA proibiu seis substâncias por conta dos efeitos carcinogênicos encontrados em testes 

Recentemente, a Food and Drugs Administration (FDA), agência regulatória dos Estados Unidos, proibiu seis aditivos alimentares artificiais comumente encontrados em sorvetes, chicletes, assados e doces para dar sabor característico de hortelã, canela e cítricos. A razão: após extensa pesquisa em animais de laboratório, foram encontrados efeitos carcinogênicos se consumidos em alta dose.

Os aditivos alimentares são intencionalmente adicionados a alimentos com o objetivo de conservar, intensificar ou modificar suas propriedades físicas, químicas, biológicas ou sensoriais, sem prejudicar seu valor nutritivo.

No entanto, de acordo com Débora Bonhen Guimarães, coordenadora do Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), é necessário controlar o uso dessas substâncias, pois a ingestão delas em grande quantidade pode trazer sérios riscos à saúde. "Os três principais males associados ao consumo excessivo são câncer, hipersensibilidade alimentar e déficit de atenção com hiperatividade. Alguns públicos ainda são mais vulneráveis ao consumo, como as gestantes, os idosos e as crianças menores de três anos. Existem ainda, pessoas que possuem o organismo mais sensível a certas substâncias e qualquer composto artificial pode causar reações adversas, como coceira no corpo, alergias de pele, dificuldade de respiração, problemas gastrointestinais, entre outros", comenta.

As substâncias retiradas da lista aprovada pela FDA são Benzofenona (encontrada em cereais matinais, produtos de panificação e produtos lácteos congelados), Pulegone(utilizado para simular o sabor de menta ou hortelã em balas), Acrilato de etilaÉter metil eugenilPiridina e Myrcene. De acordo com a agência, os ingredientes só são utilizados em quantidades muito pequenas, mas os dados encontrados por grupos ativistas foram suficientes para proibi-las.

"Apesar de não haver risco comprovado para saúde humana do uso de tais aditivos nas quantidades utilizadas pela indústria, que está de acordo com o uso moderado, os órgãos avaliadores precisam ter maiores critérios de cuidados para a liberação dessas substâncias na adição em alimentos, levando em consideração, também, resultados positivos de estudos observacionais e com modelos animais. Dessa forma, as empresas são obrigadas a procurar formas mais naturais de realçar sabores nos produtos industrializados, contribuindo com a prevenção de riscos à população", afirma a nutricionista.
 
Ainda assim, é importante lembrar que os alimentos industrializados no geral, principalmente se consumidos regularmente, podem trazer uma série de malefícios à saúde. "Quanto mais produtos naturais consumirmos, menores serão as chances de termos problemas sérios de saúde derivados de aditivos alimentares. Por isso, manter uma alimentação saudável e balanceada é sempre a melhor escolha", conclui.


Fonte: www.diabetes.org.br

Imagem: Rawpixel.com/Freepik


quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Passo a passo para o dia das Crianças: Teatro de Fantoches



Teatro de fantoches: passo a passo

Que tal criar com os pequenos um palco para o teatro de fantoches? Aqui quem manda é a criatividade: com materiais triviais, como a caixa de papelão, é possível fazer um palco para qualquer história acontecer! Veja o passo a passo preparado pelo Elo7 - marketplace de produtos criativos e autorais.


Materiais necessários
  • Caixa de papelão grande
  • Tesoura
  • Lápis ou caneta
  • Régua
  • Tecido
  • Cola quente
  • Cola branca
  • Pincel
  • Fita pompom ou outro tipo de decoração que preferir
Passo a passo
  • Para começar, meça um retângulo na lateral (maior) da caixa de papelão. O tamanho ficará ao seu critério, de acordo com o tamanho da caixa escolhida. Lembre-se, aqui quanto maior a caixa, melhor será a brincadeira! Corte essa parte do retângulo para deixar a área vazada.
  • Corte com tesoura ou estilete (só adulto faz essa função, certo?) as laterais da caixa, deixando uns 10 a 15 centímetros de fundo, ou o suficiente para a frente da caixa ficar em pé.
  • Agora é hora de dar vida ao seu teatro de fantoches. Para isso, cubra o papelão com tecido ou papel de presente. Vale reaproveitar lençol antigo, usar TNT que é baratinho, EVA... Use a criatividade! Cole o tecido na caixa de papelão usando cola branca e pincel (vale usar a cola quente também).
  • Recorte também duas partes de tecido um pouco maiores que o retângulo vazado e cole com cola quente franzindo para formar uma cortininha com abertura. Amarre os tecidos para segurar a cortina.
  • Para finalizar, faça a decoração que desejar. Vale usar fita grelô, fazer um varal de pompons de lã, bandeirolas, recortar bichinhos em tecido ou EVA... use a imaginação para decorar da melhor forma!
  • E agora é só curtir com as crianças o teatro de fantoches! Não é uma ideia bacana? Simples, porém, superdivertida!









Créditos imagens: Elo7




quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Estrabismo pode ser operado em adultos?




 
São Paulo, 1º de outubro de 2018 – Essa é uma pergunta muito frequente nos consultórios dos oftalmologistas especialistas em Estrabismo. E a resposta é sim! O estrabismo também pode ser corrigido por meio de cirurgia em adultos e a boa notícia é que o procedimento em adultos não é meramente estético.

Segundo um estudo, a cirurgia para corrigir o estrabismo em adultos alcança um alinhamento dos olhos satisfatório em 80% dos casos. Outra revelação da pesquisa é que a maioria dos adultos que passa pela correção do desvio dos olhos, experimenta melhora na função binocular, responsável por ver os objetos em 3D pela visão de profundidade, por exemplo.
 


Opinião da especialista
De acordo com Dra. Marcela Barreira, oftalmopediatra, especialista em Estrabismo e Chefe do Serviço do Neuroftalmologia do Banco de Olhos de Sorocaba, estudos mais recentes mostram que além dos benefícios psicossociais da cirurgia de estrabismo em adultos, há também melhora na expansão do campo visual binocular ou ainda a recuperação da visão binocular (estereopsia).

“A visão binocular é aquela responsável pela sensação espacial das imagens e pela profundidade. É a visão que usamos para ver em 3D. Ela se forma a partir da captação da imagem de forma individual pelos olhos, que depois é fundida em uma só pelo cérebro. O estrabismo, quando não tratado, pode resultar na perda dessa capacidade”, explica Dra. Marcela.

“Por isso, a recomendação é fazer a cirurgia ainda na infância, período de maturação do sistema visual. Entretanto, os estudos ao longo dos anos mostraram que mesmo quando a correção do estrabismo é feita na vida adulta, resulta em melhora no campo visual binocular e, em alguns casos, ocorre a recuperação da binocularidade, conhecida pelo termo médico estereopsia”, comenta a especialista.

Impactos da perda da visão binocular
A perda da visão binocular pode ser um impedimento para exercer algumas profissões. Uma pessoa com estrabismo não corrigido não poderá exercer funções, como pilotar um avião, um trem ou ainda ser um médico cirurgião. Ler livros em 3D ou ver um filme em 3D também não será possível, por exemplo.

Visão dupla e estrabismo
Uma outra condição que também apresenta melhora com a cirurgia de estrabismo é a diplopia, mais conhecida como visão dupla. “O que ocorre é que quando o estrabismo se desenvolve depois da maturidade visual, a pessoa irá apresentar visão dupla, porque não tem mais a capacidade de suprimir uma das imagens captadas pelos olhos. Na infância, como a visão está em desenvolvimento, o cérebro inibe a imagem do olho saudável, levando à ambliopia, conhecida como olho preguiçoso”, diz Dra. Marcela.

Estrabismo: quando operar?
De acordo com Dra. Marcela, a indicação da cirurgia é feita de forma individualizada e não são todos os tipos de estrabismo que podem ser corrigidos por meio da cirurgia. “O estrabismo causado pela hipermetropia, por exemplo, não tem indicação cirúrgica. Mas, nos estrabismos com indicação, teremos casos em que será preciso operar precocemente, ainda no primeiro ano de vida. Quanto antes for feita a cirurgia, menor o risco de ocorrer danos no desenvolvimento visual”.


Já em adultos, o estrabismo pode ser corrigido a qualquer momento, desde que não haja contraindicações nos exames pré-operatórios ou outras condições de saúde que impeçam a cirurgia.
 



CRÉDITOS DA IMAGEM
Imagem: Divulgação Hospital de Olhos Niterói

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Apresentadora Daniela Ungaretti celebra 20 anos de Jornalismo





Daniela Ungaretti comemora 20 anos de Jornalismo

na capa da Revista Bendita nº 28


Jornalista e apresentadora gaúcha fala sobre duas décadas de profissão, desafios da carreira, maternidade, primeiro amor e família




https://issuu.com/revistabendita/docs/revista_28



A jornalista e apresentadora do Bom Dia Rio Grande (RBS TV), Daniela Ungaretti, revelou à Revista BENDITA sobre suas experiências em 20 anos de profissão, a cobertura que mais lhe marcou (tragédia na boate Kiss), o início na TV. Dani falou ainda da relação com seu público que se reflete nas redes sociais e a rotina de mãe e mulher. Lembrou perdas e conquistas ao longo da vida.

SUA PERSONALIDADE: “Tenho uma qualidade a qual me orgulho: a persistência. Quando decido que eu quero algo, vou atrás, mesmo que pareça impossível. E olha que muitas coisas já pareceram impossíveis e eu consegui”

RELAÇÃO COM O PÚBLICO: “É como se as pessoas se sentissem agradecidas pelo fato de estar tão cedo para apresentar o jornal para elas. Elas procuram me dar força, me valorizar”

PRIMEIRO AMOR ATÉ HOJE: “Tenho uma história de amor que é rara hoje em dia. Começamos a namorar quando eu tinha 15 anos. Eu e Daniel, crescemos juntos, passamos por diversas fases da vida e resistimos”

MATERNIDADE: “Conversar com os meus filhos é a melhor forma de resolver qualquer problema. Eu não concordo com violência e castigo. Na verdade, todas as escolhas que eu faço na vida são por sentimento”

Além da entrevista de capa, a BENDITA traz o Especial Lifestyle com quatro reportagens sobre Moda (ensaio com a jovem digital influencer Valentina Torres), Turismo (Brigitte Bardot e o famoso hotel Byblos em Saint-Tropez), Beleza (segredos do corte de cabelo de Giovana Antonelli) e Gastronomia (como preparar os tradicionais Nhoque e Panqueca).

Lançamento nas bancas e evento
Neste mês de agosto, chega às bancas de Porto Alegre e Região Metropolitana a 28ª edição da BENDITA Magazine (Editora Parly). Além da BENDITA Digital. Lançamento oficial dia 9 de agosto em evento aberto ao público no espaço de eventos Box Interativo (r. Anita Garibaldi, 1763, Mont’ Serrat, Porto Alegre) – ingressos pelo site www.sympla.com.br/revistabendita.

OUTROS DESTAQUES DA EDIÇÃO – DECOR: projeto exclusivo para integrar três ambientes e uma loja no estilo industrial; PERFIL: arquiteta Milena Decker lança novo escritório; COMPORTAMENTO: como dar a virada na sua vida e na de seu par; ESOTERISMO: a Vênus em cada signo e a criança interna; EMPREENDEDORISMO: confiança de sua empresa e as novas diretrizes corporativas.


FICHA TÉCNICA
Créditos para fotos: Betania Lusa/Revista Bendita
Daniela Ungaretti veste Ton Âge e D´Vie Joias
Beleza: Shirley Luz (cabelo) e Raquel Gonçalves (maquiagem) da Oikos Hair
Produção: Revista Bendita







sábado, 6 de outubro de 2018

Passo a passo: como fazer uma luminária rústica de parede




Quer um jeito bacana de fazer uma luminária rústica de parede

E o melhor, reaproveitando objetos que você já tem? A proposta dessa peça é supersimples, mas o efeito fica lindo! Você pode colocá-la no hall, na sala ou até no toalete. Faça o garimpo de um pedaço de madeira e use os materiais que você tiver por aí. Só não vale deixar de criar! 

Veja o passo a passo preparado pelo Elo7.


Materiais necessários:

  • Placa de madeira
  • Gancho de metal
  • Parafuso
  • Parafusadeira ou chave philips
  • Pote de vidro de conserva ou geléia
  • Cordão de sisal ou barbante
  • Fio de luzes
  • Flores artificiais
  • Preguinho
  • Martelo
  • Lacre de lata de refrigerante
  • Lápis ou caneta



Modo de fazer:

  • Para começar a fazer sua luminária rústica de parede é necessário preparar a madeira antes. Lixe e pinte. Se preferir, só passe a lixa e envernize a peça.
  • Depois, marque com um lápis ou caneta o local onde será colocado o gancho de metal. Se preferir, use gancho plástico com fita dupla face. Fure a madeira e instale o gancho. Parafuse a peça.
  • Amarre um cordão de sisal ou barbante na rosca do vidro. Aperte bem para que não se solte. Amarre de forma a criar uma alça. Para fazer o gancho para pendurar na parede, é simples.
  • Faça uma marcação bem ao centro da madeira e coloque o lacre de refrigerante com prego e martelo.
  • Agora é a hora da finalização da sua peça. Use um fio de luzes (do tipo pisca pisca) e coloque-o dentro do pote de vidro. Depois, coloque as flores artificiais por cima.
  • Use luzes de led para não ter problema com as flores artificiais. Assim ficará o aspecto da sua nova lumináriaUma peça super criativa para decorar sua casa!



 Imagens: Reprodução / Elo7